20 de nov de 2015

Características dos filhos de Obá

Obá é um Orixá ligado à água, guerreira e pouco feminina. As suas roupas são vermelhas e brancas, usa um escudo, uma espada e uma coroa de cobre.
O tipo psicológico dos filhos de OBA, constitui o estereótipo da mulher de forte temperamento, terrivelmente possessiva e carente, é mulher de um homem só, fiel e sofrida. São combativas, impetuosas e vingativas.



Obá é a mulher consciente do seu poder, que luta e reivindica os seus direitos, que enfrenta qualquer homem – menos aquele que tomar o seu coração. Ela abraça qualquer causa, mas rende-se a uma paixão. Obá é a mulher que se anula quando ama.

Obá filha de Iemanjá e Oxalá. Em toda a África Obá era cultuada como a grande deusa protetora do poder feminino, por isso também é saudada como Iyá Agbá, e mantém estreitas relações com as Iya Mi. Era uma mulher forte, que comandava as demais e desafiava o poder masculino.
Embora Obá se tenha transformado num rio, é uma deusa relacionada ao fogo.

Obá é saudada como o Orixá do ciúme, mas não se pode esquecer que o ciúme é o corolário inevitável do amor, portanto, Obá é um Orixá do amor, das paixões, com todos os dissabores e sofrimentos que o sentimento pode acarretar. Obá tem ciúme porque ama.

  • Filhos de Obá no Físico e Temperamento



Se existe uma pessoa que ainda crê no velho ditado: “Para mim basta um amor e uma cabana”. Pode acreditar, é um filho de Obá. Capaz dos maiores sacrifícios por uma vida amorosa feliz, o coroado por ela, anula-se em favor da pessoa amada e vive para satisfazer-lhe os desejos.

São pessoas fortes, decididas e frequentemente atiram-se nas causas feministas ativas, mesmo quando nasceram homens. Costumam ter gestos e atitudes agressivos por estarem sempre tentando se defender e esquecer os traumas de experiências mal sucedidas mesmo quando, conscientemente, já não lembre delas.

Dono de uma sinceridade brusca e ferina que o afasta dos mais sensíveis, não faz a mínima questão de parecer agradável, no entanto, pode se tornar um amigo extremamente dedicado e fiel a quem conseguir penetrar na carapaça que é seu modo de ser.

Costumam ter costas largas e um jeito duro de andar. Quase sempre infelizes no amor, por esse temperamento irascível, quando se apaixonam esquecem todas suas certezas e lutas para dedicar-se integralmente ao ser amado.

Com facilidade despertam a inveja de seus inimigos e têm que andar sempre de sobreaviso para não serem pegos em armadilhas.

No lado negativo são ciumentos, possessivos, complexados e propensos à depressão. Não são maldosos mas podem se tornar vingativos por causa de um ressentimento causado por outrem. Alguns podem adquirir sintomas de hipocondria, mas raramente se deixam abater por ela.



  • Filhos de Obá no Amor e Casamento



Bons companheiros, amigos e fiéis. São ciumentos, possessivos no amor, por isso não tem muita sorte. Quando apaixonados nunca são os senhores da relação, cedem tudo, abdicam de suas convicções, vontades e direitos. Infelizmente nessa vida, filhos de Obá sofrem por esses caminhos. Caminhos infelizes no amor. Investem todas as suas cartas em suas carreiras e dentre as mulheres que se destacam profissionalmente numa sociedade machista podem se encontrar muitas filhas e filhos de Obá. Muitas vezes despertam as invejas de seus inimigos e podem sofrer algumas emboscadas, por isso devem vencer a tendência que possuem para a ingenuidade sobre a força.



  • Filhos de Obá no Trabalho e Dinheiro



Dificilmente um filho de Obá deixa de realizar-se profissional e materialmente, já que ataca com unhas e dentes todas as oportunidades que lhe são dadas. Tem um certo complexo de inferioridade intrínseco que o faz lutar cada vez mais para se sobressair em seu meio. 

Gostam de trabalhar em algo que tenha conexão com seus ideais de vida. Empregos ligados as áreas de recursos humanos e hospitais se enquadram bem aos filhos de Obá. 



  • Filhos de Obá na Saúde



Donos de boa saúde, podem apresentar tendência a hipocondria. São preocupados com doenças que ainda nem possuem.

Precisam praticar esportes e ginástica, pois carregam bastante energia que precisa ser explorada, isso ajuda no seu desenvolvimento mental.



  • O Homem filho de Obá



Os filhos de Obá não têm muito jeito para se comunicar com as pessoas, chegam a ser duros e inflexíveis, tem dificuldade para serem gentis, estabelecer um canal de comunicação efetiva com os outros. 

Às vezes são brutos e rudes afastando as pessoas de si. Isso deve ao fato dos filhos de Obá na maioria das vezes sofrerem de um certo complexo de inferioridade achando que as pessoas se aproximam e querem lhe tirar alguma coisa e de fato esse tipo de situação pode ocorrer normalmente com os filhos de Obá. 

Sua sinceridade chega a ferir, expressam suas opiniões, fazem críticas e acabam magoando as pessoas, pois não se preocupam em ser agradáveis, mas essa agressividade é puramente um instinto de defesa.



  • A Mulher filha de Obá



As filhas de Obá são desajeitadas e não tem elegância no trajar, sua beleza se mostra em atitudes e postura perante a vida e seu corpo que muitas vezes pode lembrar o corpo masculino. Na maioria das vezes tem pouco busto; o rosto é anguloso. Parecem mais velhas do que realmente são. São valorosas e incompreendidas. Decididas, agressivas e atuantes, tem sucesso nos negócios e nos ganhos, indo até as últimas conseqüências para alcançar seus objetivos. 

Gostam de acumular bens. São voltadas para o feminismo ativo e tem posições bem definidas. Dotadas de ciúmes mórbidos, são implacáveis quando traídas por amigos. São grandes sacerdotisas, comerciantes, militares, militantes sociais e donas de casa.

Trazem um fundamento de grande força, de tenacidade, de vontade de lutar pelas coisas e batalhar pelo que desejam. São pessoas com força de vontade extremas, podendo até ser violentas para alcançar os seus objetivos. São mulheres de sentimentos muito intensos, são pessoas bastante apaixonadas e que apegam muito facilmente aos seus casos, aos seus relacionamentos e tem também uma carência muito grande.

LEIA TAMBÉM A RESPEITO DOS FILHOS DE CADA ORIXÁ

Um comentário: